Quando David Bowie encontra Seu Jorge

por Roberta AR 

Um disco que acabou de chegar em casa e sei que não vai sair tão cedo do CD player é “The Life Aquatic – Studio Sessions Featuring”, de Seu Jorge, fruto de sua participação no filme ” A vida submarina de Steven Zissou”.

O disco traz versões em português de clássicos de David Bowie e pode ser considerado uma das mais interessantes trilhas dos últimos anos. São músicas de basicamente dois discos de Bowie, considerados pela maioria dos fãs como seus melhores trabalhos.

De “The rise and fall of Ziggy Stardust and Spiders from Mars” ganharam versões Starman, Ziggy Stardust, Lady Stardust, Rock n’ Roll Suicide, Suffragette City e Five Years. De “Hunk Dory” as lindas canções Life on Mars, Changes, Oh! You Pretty Things, Queen Bitch e Quicksand.

Apenas voz e violão e Seu Jorge consegue trazer toda a atmosfera dos anos 70 para um cenário de sambinha brasileiro. Podemos perceber a ambientação tupiniquim em alguns trechos traduzidos por Seu Jorge. Em Quicksand o trecho “and I ain’t got the power anymore” ganhou a versão “e o seu beijo amargo de jiló”. E o que dizer do trecho de Life on Mars: “Meu bem, vamos viver a vida. Então vem, se não eu vou perder quem sou. Vou querer me mudar para uma Life on Mars”.

Para completar o disco, Rebel, Rebel, de “Diamond Dogs”, e When I Live My Dreams, que um desavisado pode jurar que não é do Bowie, mas está em seu primeiro disco solo depois que parou usar o nome David Jones, “David Bowie”, de 1967, que pode ser encontrado facilmente em CD.

O disco termina com uma espécie de hino, Team Zissou, que resume um pouco o clima do filme.

O Filme

Steven Zissou é uma espécie de Jacques Cousteau, que vive a desbravar os sete mares. Em sua última viagem, um ser do fundo do mar, chamado pelos tripulantes de peixe-leopardo, matou um de seus companheiros de bordo e Zissou decide voltar ao mar para se vingar.

Vários episódios sem conexão se desencadeiam durante a viagem, com várias cenas de sátiras aos filmes do gênero. Uma divertida comédia que traz Bill Murray no papel de Zissou, Owen Wilson, como o filho do protagonista até então desconhecido, Willem Dafoe, como o tripulante mais fiel, Anjelica Huston, como a senhora Zissou, e Seu Jorge, como o imediato Pelé dos Santos, que passa toda a viagem tocando a trilha do filme em seu violão.

Anúncios