Olga, a sexóloga vol. 2: a volta da taradóloga

por Roberta AR Eu comecei a escrever mais sistematicamente sobre quadrinhos feitos por mulheres faz pouco mais de meia década e uma das primeiras resenhas que escrevi foi sobre o primeiro volume de Olga, a sexóloga (o texto pode ser lido aqui), personagem que eu tinha acabado de conhecer. O trabalho da autora, Thaïs Kisuki … Continue lendo Olga, a sexóloga vol. 2: a volta da taradóloga

A mão do pintor: a Guerra do Paraguai no olhar de dois artistas visuais

por Roberta AR Uma tenossinuvite une, numa situação absolutamente inusitada, os desenhistas compulsivos Maria e Cándido. O inusitado? Cândido é o espírito de um ex-soldado da Guerra do Paraguai que aparece para pedir que Maria continue sua obra, terminando seus quadros do campo de batalha. O ponto em comum entre eles é o médico que … Continue lendo A mão do pintor: a Guerra do Paraguai no olhar de dois artistas visuais

Olga, a sexóloga: sexo, humor e feminismo

por Roberta AR Acredito que o gênero mais tradicional do quadrinho brasileiro é o humor. Os autores mais citados e referenciados das tirinhas (aqui falo do público adulto) quase sempre são os que fazem quadrinhos de humor. Acho que não preciso nem citar exemplos. Lembro que foi um pesquisador português de banda desenhada (que é … Continue lendo Olga, a sexóloga: sexo, humor e feminismo